sexta-feira, 7 de dezembro de 2018


‘Alienígenas podem ter visitado a Terra’, afirma cientista da NASA


Montagem: R7
O cientista da NASA Silvano P. Colombano afirmou que vidas extraterrestres superinteligentes podem ter visitado a Terra, mas talvez fossem pequenas demais para serem percebidas pelos olhos humanos. As informações são do jornal britânico Daily Mail.
O pesquisador também declarou que os cientistas precisam superar a ideia de que alienígenas tenham estrutura semelhante a nossa.
“Gostaria de apontar o fato de que a inteligência que nós encontrarmos ou que escolher nos encontrar (se já não nos encontrou), talvez não tenha um organismo baseado em carbono como nós”, afirmou.
Para ele, especialistas precisam revisitar todas as suposições feitas sobre formas de vidas extraterrestres para obter sucesso nas pesquisas. Isso inclui tamanho, tempo de vida e, principalmente, a ideia de que nós somos os únicos exploradores da galáxia.
Colombano afirmou que os cientistas que estudam o universo hoje, estão muito focados em encontrar algo semelhante à vida moderna humana no restante do universo. E que essa linha de raciocínio faz com que eles percam sinais de uma civilização antiga de um planeta que pode ter sido habitado muito antes da Terra.
Inclusive, nossa inabilidade em detectar esses sinais, também pode ser consequência do atraso tecnológico da humanidade em relação a outras sociedades alienígenas.
“Considerando que o avanço tecnológico de nossa civilização começou há cerca de 10 mil anos e o crescimento de metodologias científicas tem aproximadamente 500 anos, é normal que tenhamos dificuldade em compreender uma tecnologia tão avançada”.
Ele também disse que avistamentos de OVNIs que não podem ser explicados, também não devem ser negados e que a ufologia é um tópico merecedor de um estudo mais aprofundado.
Por último, Colombano falou sobre os misteriosos sinais de rádio vindos de outra galáxia que foram detectados por cientistas em setembro desse ano.
“Podem ser mensagens extraterrestres antigas. Essa é uma ciência física especulativa, baseada em teorias sólidas e com alguma permissão para esticar possibilidades, como a natureza do espaço-tempo e da energia”, concluiu.
Esses misteriosos sinais de rádio vieram de cerca de 3 bilhões de anos-luz da Terra e os cientistas ainda analisam a origem dessas mensagens e o que elas poderiam nos dizer.
R7