domingo, 23 de dezembro de 2018

Parentes e amigos se despedem do soldado da PM João Figueiredo



Centenas de pessoas compareceram ao sepultamento do corpo do soldado João Maria Figueiredo, 37 anos, enterrado na tarde do sábado (22). O policial militar do Rio Grande do Norte foi assassinado no final da tarde da sexta-feira (21), em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana da Natal. O crime está sendo investigado pela comissão de quatro delegados da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

Nenhum suspeito ainda foi preso. Os criminosos efetuaram vários disparos contra a vítima e fugiram levando a arma e o telefone celular do policial. No entanto, a polícia ainda não sabe se o crime foi um latrocínio ou teve outras motivações. Figueiredo foi o 26º profissional de segurança pública assassinado no Rio Grande do Norte apenas este ano.
O soldado Figueiredo era bastante conhecido no RN por sua atuação política e luta em favor dos direitos humanos. Ele chegou a fazer segurança para a governadora eleita do RN, Fátima Bezerra (PT), nas últimas eleições. Nas redes sociais, muitos amigos deixaram mensagens de despedidas. Fátima Bezerra também divulgou nota lamentando a morte do policial, a quem chamou de “irmão e filho” e cobrou rigor nas investigações do assassinato.
OP9