quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Governador do Ceará diz que 21 presos foram transferidos após ataques e defende endurecer medidas contra celular em presídios


O governador Camilo Santana (PT) afirmou nesta quarta-feira (9) que 21 presos de facções criminosas que atuam no Ceará foram transferidos para presídios federais, após uma onda de ataques que atinge o estado há uma semana. A medida já havia sido anunciada.

Santana também disse, em entrevista à GloboNews, que o governo vai endurecer as medidas contra a entrada de celulares nas unidades prisionais. Segundo ele, os ataques criminosos são uma reação a uma "ação forte que o governo está realizando dentro do sistema prisional" e o governo não vai recuar. "Vamos endurecer ações dentro do sistema e fora do sistema."