sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Moreno faz fila para ver enterro de irmãos mortos pelo padrasto





O clima de comoção que tomou conta do município de Moreno, após os irmãos de 13 e 11 anos terem sido mortos a facadas pelo padrasto, fez-se presente no cemitério da cidade. Na manhã desta sexta-feira (4), uma grande fila precisou ser formada do lado de fora do cemitério, tamanha era a quantidade de pessoas que queriam dar o último adeus a Alex Gabriel dos Santos, 11 anos, e Maria Alice do Nascimento dos Santos, 13 anos. A multidão esperava pela chegada dos corpos, ainda em processo de liberação pelo IML, para  acompanhar o  sepultamento das vítimas da tragédia familiar que chocou Pernambuco.


Após chegar transtornado em casa, por volta das 4h30 da quinta-feira (3), Robson José dos Prazeres, de 28 anos, matou a golpes de faca os enteados Alex Gabriel dos Santos, 11 anos, e Maria Alice do Nascimento dos Santos, 13 anos. O autuado queria estuprar Maria Alice, mas o irmão de 11 anos tentou impedir o crime e foi esfaqueado primeiro.

Gravemente ferido nas costas, Alex fugiu do quarto, cambaleou alguns metros e tombou na entrada de casa. Maria Alice ainda tentou acalmar o padrasto e evitar que tragédia fosse ainda maior, mas também foi atacada pelo autuado. Mesmo ferida, ela conseguiu deixar o imóvel, mas seu corpo foi achado no meio da rua, a cerca de 20 metros de casa, o que dá entender que padrasto a alcançou.
O duplo homicídio ganhou contornos ainda mais dramáticos quando a testemunha do crime, uma irmã das vítimas, de apenas 9 anos, que é filha biológica de Robson, conseguiu relatar as cenas de terror após fugir e se abrigar na casa de uma vizinha. Na noite do crime, as vítimas e dois irmãos mais novos dormiam sozinhos na casa humilde, localizada no bairro de Vila Holandesa.
Géssica  Maria do Nascimento, de 28 anos, mãe das crianças, informou que os filhos estavam na casa da avó enquanto ela cuidava de um tio com deficiência em Jaboatão dos Guararapes, mas os meninos quiseram voltar para casa.
Robson foi preso em flagrante e vai passar por uma audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (4), no Fórum de Jaboatão dos Guararapes.
OP9