quinta-feira, 4 de abril de 2019

Mauro afirma que Abel fez Flamengo regredir: “Tem ingredientes muito fartos para sua capacidade”


O Flamengo foi derrotado pelo Peñarol por 1 a 0, em partida válida pela terceira rodada da Copa Libertadores da América. A equipe como um todo sofreu críticas da torcida, que lotou o Maracanã durante o revés. Todavia, o técnico Abel Braga foi um dos personagens “em evidência”. Inclusive, o comentarista Mauro Cezar Pereira rasgou contestações ao treinador.
– Depois de o Abel no cardiologista, milhões de rubro-negros vão procurar cardiologistas, para ver até que ponto vai o coração de cada um. É um time muito mal treinado. É um time que tem valores individuais muito maiores que seus rivais cariocas. Sofre muito com o Fluminense, que é muito mais bem treinado […] Não adianta poupar se o time for mal treinado. Foram duas finalizações no gol durante o jogo inteiro, contra quatro do Peñarol –, disse ele durante o “Linha de Passe” da noite da última quarta-feira (04).
 Na sequência, o comentarista destacou um fato que causou ira de diversos torcedores do Flamengo: o uruguaio De Arrascaeta, decisivo na final da Taça Rio, contra o Vasco, passou os 90 minutos da partida no banco de reservas, enquanto atletas como Vitinho e Uribe receberam oportunidade.
 O Abel Braga faz um mau trabalho. O inacreditável é: você está jogando contra um time fechado, precisa abrir espaços, com Arrascaeta à disposição, mas ele fica no banco. Começa com o “possante” Arão, com Diego que é o ‘dono do time’ e não decide. Mas tem lugar cativo. Enquanto isso, o jogador que foi decisivo no final de semana e tem qualidade para ‘tirar um coelho da cartola’, fica no banco. Entraram Uribe, Vitinho… entrou todo mundo, menos Arrascaeta -, afirmou ele, antes de concluir:
– Abel, além de treinar mal a equipe, não sabe mexer no time. Parece que ele está com ingredientes muito fartos. Ele vai cair quando o Flamengo for eliminado na Libertadores ou fizer um papelão no Carioca. Quando acontecer algo pior, tomam providência. Não acho que ele tenha que ser demitido agora, mas é impossível que não haja cobrança. O Flamengo andou pra trás em 2019.
Coluna do Fla