Garibaldi e Agripino votam a favor do aumento de ministros do STF



Os dois mais importantes e tradicionais caciques da política do Estado do Rio Grande do Norte: Garibaldi Filho(MDB) e José Agripino(DEM), que ficarão sem mandatos, pelo menos, durante os próximos quatro anos, votaram a favor do reajuste de 16,38%nos salários de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).
Apesar da derrota dos representantes das famílias Alves e Maia, Agripino e Garibaldi, aprovaram o aumento que terá um efeito em cascata para a União e sobretudo para os Estados, que já enfrentam grave crise financeira e correm risco de insolvência justamente devido ao elevado comprometimento de suas receitas com o pagamento da folha de pessoal.
Com o aval de Agripino e Garibaldi, que a população expulsou temporariamente da vida pública, a remuneração dos ministros irá subir de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. O impacto será de R$ 4 bilhões/ano para União e estados.
Blog do VT