DEPUTADO WALTER ALVES COBRA DO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIAS EXPLICAÇÕES SOBRE A SAÍDA DA PETROBRAS DO RN

O deputado federal Walter Alves (MDB/RN) pediu nesta terça-feira 25 explicações ao Ministério de Minas e Energias sobre o anúncio de venda de todos os ativos da Petrobras no estado do Rio Grande do Norte. A empresa revelou no início da semana que vai encerrar as operações de exploração petrolífera no Polo Potiguar.

Segundo o deputado Walter Alves, o anúncio do desinvestimento total das operações no Rio Grande do Norte, sem a apresentação de estudo de impacto econômico, como é exigência da Câmara dos Deputados, “é uma agressão inadmissível ao povo potiguar e não podemos aceitar tal medida como se fosse uma decisão sem maior importância”.

“Uma decisão desse porte não pode ser uma medida de caráter meramente contábil. Há de ser justa e apresentar elementos que apontem para a prosperidade do povo potiguar”, detalhou o deputado potiguar, em documento endereçado ao ministro de Minas Energias, Bento Albuquerque.

O parlamentar potiguar também encaminhou questionamentos ao Ministério de Minas de Energia e para a Petrobras. Ele quer saber se há evidência de prejuízo das atividades da Petrobras no Rio Grande do Norte, bem como se foram feitos estudos do impacto econômico nacional, regional e local sobre a decisão. Por fim, ele pede informações sobre quais medidas foram apresentadas para assegurar a estabilidade e a melhoria da economia do Rio Grande do Norte.

“Economia é vida e é isso que está em questão nessa decisão típica de gabinetes distanciados da realidade”, reforçou Walter Alves.

O pedido do deputado federal decorre do anúncio feito pela Petrobras na noite de segunda feira 24. A empresa divulgou uma lista de vendas de todas as participações em um conjunto de 26 concessões de campos de produção terrestres e de águas rasas, localizadas na Bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte.

Agora RN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.