Após manter suspensão das aulas, pelo menos até 9 de outubro, nas escolas públicas do município, a Prefeitura de Parnamirim, na região metropolitana de Natal, liberou o "retorno gradativo" às aulas presenciais nas escolas de ensino privado. Após a capital, é a segunda cidade do Rio Grande do Norte a permitir a retomada durante a pandemia da Covid-19.

O decreto assinado no dia 10, mas publicado apenas nesta terça (15), no Diário Oficial do Município libera retorno imediato dos estabelecimentos e estabelece normas como distanciamento de 1 metro entre alunos e professores.

Conforme o documento, antes do retorno, as escolas terão que testar todos os funcionários e aqueles que forem positivos deverão ficar afastados por 14 dias. Já o retorno do aluno ao ambiente escolar "deverá ser precedido de autorização prévia e expressa do seu responsável legal".

"Os estabelecimentos de ensino abrangidos por este decreto deverão priorizar medidas para distribuir a realização das aulas presenciais intercaladamente entre as séries e/ou turmas, durante os dias da semana, de modo a evitar o máximo possível a aglomeração de pessoas e alunos dentro do ambiente escolar", diz o decreto

O uso de máscaras segue obrigatório. As aulas presenciais estavam suspensas desde o dia 18 de março no Rio Grande do Norte, por causa da pandemia do novo coronavírus. Após a liberação, nesta segunda (14), apenas duas escolas tiveram retorno às aulas em Natal. Nesta terça-feira (15), outros estabelecimentos reabriram.

G1RN